No âmbito do Programa Eco-Escolas e da disciplina de Ciências Naturais decorreu, na passada semana, a Campanha Coastwatch 2018/2019, Projeto europeu de monitorização ambiental do litoral promovido pelo GEOTA, este ano sob o tema “Litoral, património natural”.

Os alunos das turmas B e C, do 8º ano acompanhados por professores, fizeram o percurso entre a Praia da Concha e as Pedras Negras, durante a maré-baixa, com o objetivo de observar, analisar e fazer o levantamento de dados referentes à faixa costeira. Os participantes, munidos de luvas, foram divididos em três grupos distintos e caminharam de sul para norte, tendo a responsabilidade de proceder a registos relativos às unidades 7, 8, 9 e 10 e, por cada 500 metros, responder a um questionário com a informação recolhida, mais concretamente quanto à morfologia desta zona balnear, à qualidade das entradas líquidas de água doce, à poluição e aos principais riscos e ameaças das zonas costeiras.

Sendo assim, foram contabilizados os resíduos encontrados, tais como aparelhos de pesca, sacos de plásticos, objetos metálicos de grandes dimensões, garrafas de vidro, embalagens em material sintético/ Tetra pak, material médico e sanitário perigoso e não perigoso, microplásticos, cotonetes, entre outros, a presença de animais mortos e ou vivos com ou sem petróleo, assim como proceder à análise da água do Ribeiro de S. Pedro quanto à presença de nitratos (resultado negativo) e finalmente um olhar atento para diversidade dunar e conhecer o nome de algumas plantas existentes no areal.

De salientar, um quarto grupo que fez questão em recolher muitos dos resíduos encontrados para que não regressassem de novo ao mar e também para fazerem parte de uma escultura a apresentar na Semana do Ambiente. Uma saída de campo na qual a educação ambiental esteve em destaque tendo em conta a preservação e proteção do planeta azul.