DSCF3485

No âmbito do Programa Eco-Escolas e da Educação Ambiental teve lugar no passado dia 10 de junho um passeio até à cidade de Setúbal. A observação dos golfinhos constitui um dos pontos altos.

De manhã, o grupo constituído por 43 participantes, na sua grande maioria professores, visitou o Moinho de Maré da Mourisca localizado na Reserva Natural do estuário do Sado. Este moinho que remonta ao século XVII localiza-se mais concretamente na Herdade da Mourisca numa zona de sapal e salinas, tendo sido alvo de reconstrução, em 1995, pelo Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas após anos em ruínas e ao abandono.

Já de tarde, o grupo entrou no barco “Costa Azul” para um passeio de mar, sol e algum vento com o objetivo primordial de fazer a observação dos 27 golfinhos em estado selvagem residentes no estuário do Sado, considerado pela UNESCO “Uma das mais belas baías do mundo”. Esta população de golfinhos que se alimenta, descansa e socializa no interior do estuário e na zona marinha adjacente constitui a única população residente em Portugal e rara no mundo. Os participantes, para além de terem ficado a conhecer o código de conduta no que concerne a sua observação in loco, ficou também a saber que os mesmos se distinguem através do tamanho, forma e cortes da sua barbatana dorsal e ainda que podem atingir uma longevidade de 45 anos, entre outras informações dadas pela equipa de biólogos que nos acompanharam no barco.

O reduzido efetivo populacional, o seu envelhecimento, as características intrínsecas à própria espécie e a degradação do seu habitat proveniente da ação antrópica ameaçam esta espécie singular em Portugal Continental e rara na Europa. Apenas a adoção de medidas que visem a minimização das ameaças extrínsecas e a conservação desta população de golfinhos roazes corvineiros, Tursiops truncatus, poderá permitir uma recuperação a longo prazo.

Anúncios